Gente Nossa: a Mami Inspiração – Daliana Favoreto - por Pati Perri

segunda-feira, 27 de julho de 2015


Mami Inspiração – Daliana FavoretoMAMI INSPIRAÇÃO
Nossa Mami Inspiração desta semana é a Daliana Favoreto, do IG @dalianafavoreto é Professora Universitária do curso de enfermagem, tem 40 anos, mãe de 2 filhos e conta pra nós um pouco da sua história de adolescente que comia besteiras a mulher madura consciente de seu corpo e dos benefícios que a boa forma trouxe na vida dessa mami que já faz parte do nosso #maminspiraçãoteamacompanhe e se inspire.
“Fui uma adolescente com estrutura magra de corpo, nessa época não me preocupava com dieta saudável e não gostava de praticar exercícios físicos.Tinha as pernas finas e por causa disso no inverno e verão do Rio Grande do Sul, usava sempre uma calça moletom por baixo da calça jeans para disfarçar as pernas e sempre evitava colocar saias, shorts ou bermudas. Aos 16 anos fui diagnosticada com gastrite crônica e  os médicos me orientaram a mudar minha alimentação, eu modificava por alguns dias e depois lá estava eu me alimentando de muito doce e fritura novamente!  Com 19 anos casei-me e fui mãe pela primeira vez, minha filha Isabela nasceu! Aos 22 veio o segundo filho, o Pedro. Nessa época eu já  morava em Porto Velho, Rondônia, devido o emprego de meu ex marido. E continuava sem praticar qualquer tipo de exercício físico!
Aos 23 anos entrei para o curso de Enfermagem na Unidade Federal de Rondônia e morei em Porto Velho, RO, até os meus 25 anos.
Me mudei com a minha família para Vitória/ES, aqui terminei o curso de enfermagem na Universidade Federal do Espírito Santo.
Dos 20 aos 30 anos fui acumulando  muita gordura abdominal, no quadril, culote e nas coxas. Comia muita fritura: pastel, bife a milanesa, bolinho frito, salgadinhos,  além de bolos, brigadeiro, biscoito doce recheado, comidas de fast food, refrigerante etc. Eu sentia fortes dores no estômago, devido à gastrite, andava sempre com um antiácido na bolsa. O gastroenterologista que me acompanhava me orientava a ter uma alimentação mais saudável, mas eu pouco ouvia, fazia 10 dias de dieta certa, depois acabava voltando aos meus antigos hábitos. Academia? Eu passava longe!! Não gostava, nem me imaginava um dia iniciar a praticar musculação. Minha auto estima era baixa, eu estudava muito, cuidava da minha família, mas não cuidava de mim!
O primeiro Despertar
Em uma tarde quando eu  tinha 29 anos, vi uma foto minha que havia tirado em uma praia, Meaípe, aqui no Espírito Santo. Quando vi levei um susto: ” Eu estou assim? Essa sou eu? Nossa! Eu preciso mudar, preciso fazer alguma por mim! Não quero continuar assim!!” Na verdade, antes eu ainda não tinha me dado conta de como estava ficando flácida e engordando cada vez mais!
Foi então que resolvi que iria realizar caminhada. Comecei caminhando 2 a 3 vezes por semana, mas logo, logo eu desisti, minha auto estima estava tão baixa que eu não conseguia cuidar mais de mim, não conseguia mudar!
O Despertar definitivo
Com 31 anos eu comecei a sentir muitas dores nas costas, nessa época eu era enfermeira assistencial, ficava muito tempo em pé trabalhando e não tinha nenhum preparo físico, estava com a musculatura toda flácida, barriga caída pra frente, gordura na lateral do abdômen, pernas com musculatura fraca, então não há coluna que suporte! As dores nas costas se tornaram diárias. Fui ao médico, fiz exames e não tinha nenhuma patologia, era má postura e músculos fracos.
Foi quando numa manhã chuvosa em Vitória, eu acordei e parecia que um caminhão tinha passado nas minhas costas! Era muita dor! E foi então que pensei: “eu preciso fortalecer a minha musculatura, eu não quero mais continuar assim, não quero mais sentir essa dor!! Vou entrar em uma academia”
PicsArt_1416942134908
A academia
Entrei em uma academia próximo à minha casa e no início foi muito difícil. Meus objetivos eram perder peso e hipertrofiar a musculatura. Porém,  me sentia um peixe fora d’água naquele local, as pessoas, os professores, a música, as máquinas, um mundo totalmente diferente do meu, um mundo que eu não tinha nenhuma afinidade. Eu comecei indo 2 a  3 vezes na semana. Sentia muita culpa por deixar meus filhos em casa e ir treinar, mesmo que fosse por 50 min ou 1 hora!! Trabalho 40 horas por semana, então, chegava do trabalho cansada e ia pra academia. Lutei muito pra não desistir, era uma luta interna diária!! Tinha dias que eu ia arrastada, mas não deixava de ir. Pensava: “Agora eu não vou desistir!! Acredito que posso mudar meu corpo, vou continuar sim!!”
Aos poucos fui vendo minha evolução: meu corpo esteticamente estava melhor, minhas dores nas costas tinham cessado, meus filhos se acostumaram com a minha rotina, minha qualidade de vida melhorou imensamente e eu estava cada dia mais feliz!!
HOJE
Os anos passaram, atualmente tenho 40 anos, são 9 anos de musculação e não consigo imaginar minha vida sem a prática de exercícios físicos. Treino 6 vezes por semana e  faço aeróbico no domingo ao ar livre: na praia ou calçadão.  Me separei do meu antigo marido e casei-me novamente. Meu atual marido trabalha como personal trainer e me orienta quanto aos treinos e dieta. Tenho uma alimentação equilibrada e saudável, me alimento de 3 em 3 horas e nunca mais senti dores no estômago. Meus filhos, vendo meu exemplo começaram também a praticar exercícios. Os dois fazem musculação e atividade aeróbica e eu fico muito orgulhosa e feliz quando me dizem que sou a inspiração fitness deles!! rsrsrsrs É muito bom poder contribuir positivamente para a saúde dos filhos, e a melhor maneira é dando o exemplo!!
Nesse tempo fiz especialização e mestrado na minha área e hoje sou professora universitária, dou aulas  e estágio para o curso de enfermagem, trabalho 40h semanais.
Moro hoje em Vila Velha ao lado de Vitória/ES.
Criei o hábito de preparar toda a  minha alimentação com antecedência, e não saio de casa sem ela! Além de levar sempre comigo meu bolsão com roupas da academia. Devido a minha rotina não treino sempre no mesmo horário, então tem alguns dias que eu trabalho das 7:30h da 22:30h e começo treinar às 23h.
PicsArt_1416251004761
A atividade física regular me deu  uma incrível capacidade de superação e hoje, aos 40 anos estou feliz com meu corpo e em paz comigo mesma!
Criei minha página no Instagram para mostrar minha rotina, estimular, motivar outras pessoas e principalmente passar a mensagem que mesmo com trabalho e filhos, independente da idade, se tivermos dedicação, empenho e disciplina podemos conseguir modificar o nosso corpo  e os nossos hábitos!”, finaliza Daliana.
C360_2015-07-03-12-01-34-478C360_2015-05-08-11-52-46-702
Entenderam meninas, muitas vezes precisamos passar por problemas para abrir os olhos e seguir no caminho certo. Todas temos nosso tempo, nosso momento de se ligar, de acordar e muitas quanto mais se cobram, pior fica. Então, sinta seu momento e faça como a Daliana, batalhe, vá atrás dos resultados porque com dedicação e foco ele vem, e te surpreenderão. Boa semana!!

Acompanhe mais dessa nossa Mami Inspiração no IG @dalianafavoreto

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Follow by Email

Be More no Facebook

No Instagram @bemoreblog

Contatos

contato@bemoreblog.com.br
Amanda Accioli
11- 996690432
Jacqueline Abon Ali
11-983431234

BLOG BE MORE

Copyright © 2014 - Todos os Direitos Reservados