O Jiu Jitsu como forma de combate ao bullying - coluna BJJForum

segunda-feira, 30 de março de 2015

O Bullying – comportamento violento e covarde, aparentemente sem motivo – infelizmente se tornou algo presente no nosso cotidiano, e muitas vezes não percebido pelos pais ou família da criança. Nos últimos anos, foram criadas leis e ações para tentar combater a prática, mas apesar dos esforços, a mesma continua acontecendo, pois trata-se de violência quase silenciosa. Nenhum pai ou mãe deseja que seu filho sofra bullying, assim como não deseja que o seu filho seja o agressor.
Neste ponto é interessante a prática de artes marciais, entre elas, o jiu Jitsu. Podemos observar que em ambos os casos, é algo positivo, tanto para o agressor, como para o agredido. Quando uma criança com o perfil de um agressor começa a interagir em um ambiente onde ele não irá se prevalecer através de sua força, tamanho ou mesmo postura impositiva, e ao mesmo tempo receber atenção, regras e disciplina de um professor, que mesmo possuindo os requisitos para agredi-lo, não o faz, ela começa a entender que problemas não são resolvidos com violência.
Kids Pan
É comum para quem não pratica, achar que academias são ambientes violentos, de briga, mas é o contrário; é um ambiente de muito respeito, amizade, onde os mais graduados ajudam e auxiliam os menos graduados.
No caso dos agredidos, eles aprendem não somente a se defender de covardias, assim como também a ignorar os casos de tentativa de bullying. Ao se sentir seguro, ele simplesmente deixará de se preocupar, e assim, o efeito psicológico do medo de sofrer agressões será reduzido por completo ou em sua maior parte.
Relembrando, que segundo diversas pesquisas indicam que, no momento em que o agredido se manifesta, se defende, o agressor se sente como tivesse perdido o seu poder, e já não vê mais graça em agredir aquela criança.
Por isso, matricule seu filho em uma academia de artes marciais, como o Jiu Jitsu, e diminua as probabilidades dele se tornar um agressor ou agredido!


Por: Fernando Brazileiro, 36 anos, faixa preta de Jiu Jitsu, é um carioca radicado em São Paulo. Praticante de artes marciais desde os 07 anos de idade, passando pelo Taekwon-Do e Muai Thay, acabou se tornando um dos precursores do Brazilian Jiu Jitsu no Japão, começando a dar aulas no país oriental no ano de 2000. Atualmente profissional de Tecnologia, tem no Jiu Jitsu seu hobby preferido, mesmo que os compromissos profissionais e familiares não permitam que o pratique tanto quanto gostaria.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Follow by Email

Be More no Facebook

No Instagram @bemoreblog

Contatos

contato@bemoreblog.com.br
Amanda Accioli
11- 996690432
Jacqueline Abon Ali
11-983431234

BLOG BE MORE

Copyright © 2014 - Todos os Direitos Reservados