As 10 provas iron distance mais exóticas do mundo

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Conheça as 10 provas com distância Ironman mais exóticas, diferentes e extremas ao redor do mundo, que fazem valer a pena não somente pelo desafio, mas também pela viagem toda. São 3.800m de natação, 180km de ciclismo e mais 42,2km de corrida em 226km inesquecíveis:
 
 
1. Triathlon Internacional de Jeju, Coréia
Mês: Julho / Local: Seogwipo, Ilha de Jeju, Coréia do Sul
www.jejutriathlon.com
 
Considerado o destino número 1 dos coreanos em férias, a Ilha de Jeju, em Seagwipo, localizado ao sul da Coréia, se destaca não só pelas belezas da costa litorânea, mas também pelas atrações vulcânicas. A natação acontece em largada única, na areia da praia de Jungmun, em um percurso de duas voltas. No ciclismo, uma única volta, onde os 70km iniciais são, basicamente, planos e beira toda a costa local, passando por vias estreitas e vilas de pescadores. A subida mais íngreme acontece no quilômetro 108 e tem cerca de dois mil metros de extensão. Depois, mais algumas ladeiras ao longo da montanha, até chegar no ponto mais alto do percurso, por volta do km 130. Daí em diante, os próximos 50 quilômetros são, praticamente, só descidas. A segunda transição acontece dentro do estádio Jeju World Cup, que sediou jogos da Copa do Mundo de 2002, realizada no Japão e Coréia. A corrida consiste em três voltas, sem maiores dificuldades nos arredores da T2, e a chegada acontece dentro do estádio Jeju.
 
 
2. Swissman Extreme Triathlon
Mês: Maio / Local: Ascona, Suíça
www.suixtri.com
 
Com largada das palmeiras do sul da Suíça, passando pela região dos Alpes, até chegar no gelo eterno de Jungfrau, o percurso de tirar o fôlego do Swissman Xtreme Triathlon acontece nos mesmos moldes do já conhecido Norseman Extreme Triathlon, onde cada atleta é responsável pela hidratação, alimentação e logística do percurso. Além disto, é necessário um carro e equipe de apoio para a realização da prova. Ao contrário da etapa norueguesa, a saída da natação não acontece da escuna, mas os atletas são levados até o alto mar por um barco, onde se alinham na água para chegar até a primeira transição. No trecho de bike, o sobe e desce constante, com muito vento contra, e um visual que só os alpes suíços podem proporcionar, acaba sendo sempre um dos pontos mais altos da prova. Na etapa final, os atletas terão que correr em direção às montanhas Eiger, Monch e Jungfrau, até chegarem ao pé da geleira Jungfrau, local da chegada.
 
 
3. Ironcat
Mês: maio / Local: I’Ampolla, Espanha
www.ironcat.org
 
Realizada desde 2004 no município catalão de I’Ampolla, na província de Tarragona, a prova limitada a apenas 226 participantes tem como principal característica, ser uma das provas mais rápidas da região. A natação acontece sob as águas calmas do clube náutico da cidade, divididas em três voltas retangulares. Os 180km de ciclismo acontecem em seis voltas, totalmente planas, e quase sem ventos. Além disto, as vias do percurso são quase que inteiramente fechadas para o trânsito local. A corrida é dividida em seis voltas de 7 quilômetros, em terrenos misturados entre asfalto e trilhas.
 
 
 
 
4. Rat Race City to Summit
Mês: maio / Local: Edinburgo até Ben Nevis, Reino Unido
www.ratracecitytosummit.com
 
Em 2013, apenas 300 atletas participaram da etapa inaugural do City to Summit, o Triathlon considerado o mais difícil de todo o Reino Unido. As subidas acontecem em praticamente todo o percurso de ciclismo e corrida. Além disso, como se não bastasse, a disputa começa no mar agitado sob as pontes e estruturas colossais do Forte ferroviário do sul de Queensferry. O percurso consiste em duas voltas de 1.900 metros, que pode ser encurtado de acordo com as condições do mar. A segunda parte da prova se destaca pelo visual das montanhas escocesas, até chegar ao cume do Ben Nevis, o ponto mais alto do Reino Unido. Por conta das subidas íngremes, as road bikes são as mais indicadas para o trajeto. A maratona acontece, praticamente, toda off road, com 2.400 metros de ascensão e é, sem dúvida, a parte mais desafiadora da prova. Os destaques ficam para a ponte Ballachulish e para a ladeira West Highland, até chegar ao pé do morro Glen Nevis, onde começa a temível subida do “The Ben” para chegar ao cume da montanha, e descer novamente até o Glen Nevis, local do pórtico de chegada. Neste trecho, fiscais costumam ficar de prontidão para ajudar nas possíveis rotas de contingência devido ao mau tempo.
 
 
5. X Man
Mês: junho / Local: Oradea, Romênia
www.ironmanromania.ro
 
Realizada na divisa da Romênia com a Hungria, o X Man chega como uma opção interessante de provas em países poucos explorados até então. A cidade de Oradea, fica ao norte do país, e as opções de voos são mais fáceis e baratas se escolhidas para a Hungria como destino final, ao invés da Romênia. A natação acontece nas águas calmas do lago Paleu, localizado no distrito de Bihor, e conta com duas voltas, sendo preciso correr na areia cerca de 20 metros entre um lap e outro. No ciclismo, sete voltas ligam o municípios de Paleu e Cauceau, com uma elevação máxima de 223 metros no trajeto.
Na corrida, um jogo de paciência com 38 voltas pelas redondezas do Bratianu Park completam os quase 226km totais de percurso. O curioso e chamativo para esta prova é a originalidade do destino. A dica é passar uns dias depois da competição em Budapest, capital da Hungria, e conhecer o Panorama do Rio Danúbio, o segundo rio mais extenso de toda a Europa.
 
 
6. BigMan
Mês: Julho / Local: Praga, Rep. Tcheca
www.czechbigman.cz

 Já pensou na possibilidade de competir em um Triathlon de longa distância, em pleno coração de Praga, na República Tcheca? O Bigman, desde 2001, é uma opção para aqueles que buscam uma prova como esta, em uma das cidades mais bonitas do leste europeu. A natação acontece no rio Vltava, seguido por 180km de ciclismo divididos em nove voltas, em um percurso 100% fechado para o trânsito local. As voltas de 20km cada são compostas por 10km de ida e mais 10km de volta, sendo os primeiros 6km planos e os 4km seguintes com um pouco mais de elevação, atingindo a altura máxima de 165m em um dos pontos. Na corrida, as nove voltas que compõe os 42km totais são 100% planas e acontecem ao longo do Rio Vltava, passando pelo visual das rochas Barrand e pelo estaleiro CVUT, uma das partes mais gratificantes de todo o percurso.
 
 
7. Norseman Extreme Triathlon
 Mês: Agosto / Local: Geilo, Noruega
www.nxtri.com
 
Famosa por largar de cima de uma escuna em alto mar, com a temperatura da água entre 13 e 15 graus, onde os wetsuits são obrigatórios, o Norseman Extreme entra como uma das provas mais difíceis e desejadas desta lista. A largada, limitada a 200 competidores, acontece nas águas geladas de Hardangerfjord, onde os atletas pulam do barco e nadam até chegar à praia. No ciclismo, 180km saem do vilarejo de Eidford, até chegar em Austbygde, local da segunda transição. Para seguir em frente na disputa, o atleta tem que sair da T2 com até 12 horas de prova. Na corrida, os 25 quilômetros iniciais da maratona são planos, sendo os 17 finais com subidas extremamente íngremes, que terminam com 1850 metros de altitude. Outra curiosidade é que nesta etapa existem dois trechos com tempos de corte: O primeiro acontece no quilômetro 32.5, onde o atleta precisa passar com até 14h30 de prova, e o segundo ocorre no 37.5, com limite de 15h30. Os primeiros 160 a passarem nestes trechos abaixo do tempo limite receberão a camiseta preta (Black Finisher T-Shirt) e chegarão ao Monte Gaustatoppen, local do pórtico de chegada. Os demais finalizarão a prova no km 32 e receberão a camiseta branca. Nesta prova, o que assusta não são as distâncias, e sim as condições climáticas e altimetria do percurso. Além disso, o atleta fica responsável pelo próprio staff durante toda a disputa.
 
 
8. BelMan
Mês: Maio / Local: Lago Robertville, Bélgica
www.belman.be
 
Os trechos do percurso são considerados os mais belos de toda região. A natação acontece no Lago Robertville e o ciclismo começa beirando o lago, passado por pontos com as vistas mais privilegiadas do local, como a barragem de Gileppe Dam no Rio Jalhay, na província de Liege. Detalhe que os atletas passarão pela Spa Francorchamps, um dos trechos do GP da Bélgica de Fórmula 1. Na corrida, os 42 quilômetros que passam por vilarejos e florestas locais, misturados entre asfalto e trilhas costuma ser uma das melhores partes do percurso.


9. 226 Bohol
Mês: dezembro / Local: Anda, Bohol, Filipinas
www.bikekingphilippines.com
 
Situada na região de Visayas Central, esta província e ilha nas Filipinas é considerada uma das mais exóticas do arquipélago devido às maravilhas naturais, florestas e manguezais exuberantes que possui. A praia de areia branca é palco da largada que acontece nas águas calmas e cristalinas de Bohol. O visual do ciclismo é o ponto áureo desta prova, sendo que o percurso é quase todo beirando a costa azul e verde do oceano.
A corrida acontece em meio às árvores de copas verdes e espessas da região.


10. Elbaman
Mês: setembro / Local: Ilha de Elba, Itália
www.elbaman.it
 
Esta prova acontece desde 2005 e é realizada na maior ilha do arquipélago toscano, e terceira maior ilha da Itália. Uma região muito procurada pelos italianos e europeus de outros países durante o verão. A natação acontece na baia da Marina Di Campo, em duas voltas retangulares, seguidos por três voltas de ciclismo, que dão praticamente toda a volta na Ilha. Destaque para o visual panorâmico do percurso. A corrida acontece em cinco voltas ao redor do centrinho da Marina Di Campo
 
Agora é escolher a prova, avisar a família e começar os treinos rumo à sua melhor prova e viagem de toda a vida.
 
 
 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Follow by Email

Be More no Facebook

No Instagram @bemoreblog

Contatos

contato@bemoreblog.com.br
Amanda Accioli
11- 996690432
Jacqueline Abon Ali
11-983431234

BLOG BE MORE

Copyright © 2014 - Todos os Direitos Reservados