Slater, Medina e Fanning prontos para a briga pelo título na lendária Pipeline

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Kelly destaca que WCT precisa de "sangue novo", mas garante que vida de Gabriel será difícil. Mick elogia rivais e Gabriel diz estar tranquilo: "Focado e me sentindo bem"


via http://globoesporte.globo.com/radicais/surfe/noticia/2014/12/slater-medina-e-fanning-prontos-para-briga-pelo-titulo-na-lendaria-pipeline.html

"Por que tem tantos brasileiros aqui?", perguntou Kelly Slater, ao ser cercado por jornalistas do Brasil em uma coletiva de imprensa informal, nos jardins de uma casa em frente à praia de Pipeline, no Havaí. "Vou estragar a alegria de vocês", brincou o americano, arrancando gargalhadas de todos à sua volta. A razão da presença em massa da imprensa verde-amarela tem um motivo óbvio: Gabriel Medina. Número um do mundo, o jovem de 20 anos pode fazer história se conquistar o inédito título mundial para o país no surfe. A última etapa do Circuito Mundial (WCT), o Pipe Masters, no lendário pico do North Shore de Oahu, definirá o campeão de 2014. 
O brasileiro esteve na liderança em nove de dez etapas disputadas e é o único que depende apenas de si mesmo para ir ao topo, basta chegar na final. Mas, em seu caminho, estão dois rivais que somam 14 títulos, 11 de Slater e três do australiano Mick Fanning, atual campeão. 
kelly Slater, Mick Fanning e Gabriel Medina surfe (Foto: Thiago Bernardes/Frame/Agência Estado)Slater, Fanning e Medina: os três que brigam pelo título (Foto: Thiago Bernardes/Frame/Agência Estado)

A janela do campeonato fica aberta até o dia 20 de dezembro e a expectativa é de que ondas fiquem grandes e pesadas. Nesta quarta-feira, as disputadas foram adiadas. Assim que as condições melhorarem, a organização do evento retomará a triagem, paralisada na decisão. Os finalistas são os havaianos Reef Mcintosh, Makai McNamara, Hank Gaskell e Jamie O'Brien. Se a natureza cooperar, os três concorrentes ao título entram na água na sequência. Diretor da ASP (Associação de Surfistas Profissionais), Renato Hickel contou que o campeonato poderá terminar nos próximos três ou quatro dias, se as condições forem boas. Caso contrário, a disputa poderá ser fragmentada ou adiada.

- Começamos o período de espera com uma das melhores previsões dos últimos anos. Se o vento estiver favorável, terminamos a competição em três ou quatro dias. Os ventos estão variáveis, por isso, vamos avaliar no início do dia. Se as condições não estiverem favoráveis, podemos terminar a prova em oito dias pela metade, ou seja, finalizar as baterias até o meio dia.
Gabriel Medina é o único que depende apenas de si para ser campeão mundial no WCT em Pipeline, no Havaí (Foto: Pedro Gomes Photography)Medina é o único que depende apenas de si para ser campeão mundial no Havaí (Foto: Pedro Gomes Photography)
Slater fala sobre Medina: ''Sangue Novo"
Em 38 anos de surfe profissional, a hegemonia foi de americanos e australianos. Os sul-africanos Martin Potter e Shaun Thomson foram os únicos a quebrar a escrita. Agora, um menino da praia de Maresias, na cidade de São Sebastião (SP), poderá se tornar o primeiro sul-americano a conquistar o feito, que abriria as portas para muitas crianças e adolescentes ao redor do mundo acreditarem no sonho. Até mesmo Slater confessa que é preciso de "sangue novo". 
Kelly Slater já venceu sete vezes o Pipe Masters e é um dos favoritos para vencer a última etapa do WCT no Havaí (Foto: Pedro Gomes Photography)Kelly Slater já venceu sete vezes o Pipe Masters  
e é favorito (Foto: Pedro Gomes Photography)
- Um título do Gabriel seria bom para todo mundo, é sangue novo. Nos últimos anos, eu, o Mick e o Joel (Parkinson) tivemos muito sucesso. Acho que fica meio chato para quem está assistindo ver sempre os mesmos caras ganhando títulos. É bom ter gente nova e o fato de ser um brasileiro é importante. O país nunca ganhou um título mundial, pelo menos, profissionalmente. Vocês (brasileiros, jornalistas) têm inúmeros títulos no surfe amador, com Fabio Gouveia, Flávio Padaratz e muitos outros. Seria um feito histórico, mas, vou fazer de tudo para o Gabriel perder (risos) - disse Slater, que já venceu sete vezes o Pipe Masters.  
Medina lidera o ranking 56.550 pontos, uma vantagem de 6.500 pontos sobre o americano, na terceira posição, com 50.050. Para levar o seu 12º caneco para casa, Kelly precisa ser campeão para chegar a 58.300 e ainda torcer para que o brasileiro seja eliminado até a terceira fase. A maior ameaça de Gabriel, no entanto, é Fanning, o seu "inimigo íntimo". Afinal, os dois dividem a mesma casa em Pipeline. O australiano chega aos 56.550 se avançar às quartas, mas também precisa de uma combinação de resultados. Se empatar com o brasileiro, haverá uma bateria extra, homem a homem, para definir o melhor do ano. 
- O Mick e o Kelly já passaram por isso, têm mais experiência do que eu, mas eu estou tranquilo. É como a minha mãe fala: "Ninguém é maior do que Deus". Tenho treinado muito em Pipe e estou confiante. Eles precisam passar as baterias e eu dependo de mim, não estou pensando em ninguém. Estou focado e me sentindo bem - disse Medina.
Atual campeão mundial, Mick Fanning busca o tetra nas ondas perfeitas e tubulares de Pipeline (Foto: Pedro Gomes Photography)Atual campeão mundial, Mick Fanning busca o tetra nas ondas perfeitas de Pipeline (Foto: Pedro Gomes Photography)
Na última etapa, em Peniche, Portugal, Gabriel desperdiçou a chance de ser campeão mundial por antecipação ao ser eliminado precocemente, ainda na terceira fase, pelo americano Brett Simpson. Para sua sorte, Slater também caiu na bateria seguinte, perdendo para o espanhol Aritz Aranburu. Mick Fanning acabou vencendo em Supertubos e assumiu a vice-liderança. O Pipe Masters, que já teve oito e até 16 "wildcards" (convidados), terá este ano apenas dois havaianos. Com isso, 36 atletas, divididos em 12 baterias, estarão na briga pelo título nas ondas tubulares e perfeitas de Pipeline. A primeira fase não é eliminatória - quem vencer, vai direto para a a terceira, enquanto os perdedores disputam uma repescagem.  
- Vai ser divertido, vamos pegar uns tubos. O Gab é um menino incrível e um surfista completo. Ele teve um ano difícil no ano passado, quebrou a perna no Havaí (depois do Pipe Masters) e surfou muito bem este ano. O Kelly também é incrível. Já passou por essa situação diversas vezes e é um fenômeno. Espero que tenhamos um bom desempenho para fechar o ano com chave de ouro - disse Mick.Na estreia, Medina enfrentará o australiano Dion Atkinson e outro convidado, que sairá da triagem. Fanning, por sua vez, terá pela frente o espanhol Aritz Aranburu e um rival a ser definido. Slater medirá forças com o "aussie" Adam Melling e o havaiano Dusty Payne. 
CONFIRA AS BATERIAS DA 1ª FASE
1: Joel Parkinson (AUS), Julian Wilson (AUS), Glenn Hall (IRL)
2: Michel Bourez (TAH), Sebastian Zietz (HAV), Raoni Monteiro (BRA)
3: John John Florence (HAV), Matt Wilkinson (AUS), Mitch Coleborn (AUS)
4: Kelly Slater (EUA), Adam Melling (AUS), Dusty Payne (HAV)
5: Mick Fanning (AUS), Aritz Aranburu (ESP), classificado da triagem havaiana
6: Gabriel Medina (BRA), Dion Atkinson (AUS), classificado da triagem havaiana
7:  Jordy Smith (AFR), Jadson André (BRA), Jeremy Flores (FRA)
8: Kolohe Andino (EUA), Frederick Patacchia (HAV), Travis Logie (AFR)
9: Josh Kerr (AUS), Kai Otton (AUS), Brett Simpson (EUA)
10: Owen Wright (AUS), Adrian Buchan (AUS), Mitch Crews (AUS) 
11: Nat Young (EUA), Filipe Toledo (BRA)Alejo Muniz (BRA)
12: Bede Durbidge (AUS), Miguel Pupo (BRA), Tiago Pires (POR)
O QUE MEDINA PRECISA PARA SER CAMPEÃO MUNDIAL
- se for eliminado até a terceira fase => precisa que Kelly Slater não vença a etapa e que Mick Fanning não chegue às semifinais. Se Fanning for eliminado nas quartas, decide o título da temporada numa bateria homem a homem com o brasileiro.
- se for eliminado na quinta fase => Mick Fanning não pode chegar à final;
- se for eliminado nas quartas ou nas semifinais => Mick Fanning não pode vencer a etapa;
- se chegar à final => conquista o título, independentemente da campanha de seus rivais

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Follow by Email

Be More no Facebook

No Instagram @bemoreblog

Contatos

contato@bemoreblog.com.br
Amanda Accioli
11- 996690432
Jacqueline Abon Ali
11-983431234

BLOG BE MORE

Copyright © 2014 - Todos os Direitos Reservados