Os diferentes tipos de whey e os blends proteicos - por Marina Haddad

terça-feira, 23 de dezembro de 2014


 Por Marina Haddad




Hoje em dia em no mercado de suplementação, temos os mais diversos produtos disponíveis para nos auxiliar durante todo o processo de treinamento, mas você sabe como utilizá-los?

Vou falar aqui provavelmente do mais utilizado e conhecido do grande público o Whey Protein.

Whey protein é a proteína isolada do soro do leite, os principais tipos de whey protein disponíveis no mercado são:


- Concentrado possui cerca de 80% de proteína, encontra-se whey concentrado com 25% a 80% de proteína. Possui lactose e um pouco de gordura.

- Isolado já possui cerca de 90% de proteína, possui menor teor de lactose e menos gordura maior concentração de BCAAs melhor digestibilidade e absorção.

Com o avanço dos processos tecnológicos, hoje temos dois tipos diferentes de wheys isolados que apresentam características e propriedades diferentes:
  • ISOLADO ION-CHANGE: Em português, whey isolado por troca-iônica. Neste processo o whey é aquecido e as proteínas passam por um processo químico para separá-las e quebrá-las. Este processo é o mais antigo e apresenta desvantagens, pois o aquecimento desnatura as proteínas e o processo químico aumenta demasiadamente a quantidade de sódio do produto. 
  • ISOLADO MICRO-FILTRADO A FRIO: É o processo mais moderno de filtração que garante a integridade e a pureza das proteínas. A filtragem das proteínas é mecânica, por vários tipos de filtros e ocorre em baixas temperaturas garantindo que as frações quebradas de proteína mantenham-se bioativas, ou seja, não sofram desnaturação garantindo a funcionalidade biológica das mesmas (imunológicas, moduladoras hormonais entre outras funções). Não passando por processamento químico, este whey é o que apresenta o mais baixo teor de sódio.

- Hidrolisado é o isolado mas que passou por uma hidrólise enzimática, formado basicamente por peptídeos de 3 a 4 aminoácidos e pode estar misturado com whey protein isolado. As proteínas hidrolisadas são mas fáceis de digerir, possuem menor risco de provocar reações alérgicas, são absorvidas em menor tempo, ricas em glutamina e BCAAs e cisteína.

O QUE SÃO BLENDS PROTEICOS
São uma mistura de tipos e frações de proteínas diversas com o objetivo de que sejam absorvidas de forma gradual visto que cada tipo de proteína tem uma estrutura molecular diferente, maior ou menor, o que influencia no processo digestivo. Novos estudos observaram que ao utilizar uma bebida contendo uma mistura de diferentes tipos de proteínas, os aminoácidos são liberados para a circulação sanguínea de maneira gradativa e a resposta da síntese proteica se prolonga, além da capacidade anticatabólica manter-se por mais tempo, comprovando a eficiência do uso de blends proteicos em refeições como café da manhã, intermediários e também na ceia, última refeição antes de dormir, garantindo que os músculos sejam “alimentados” durante o período do sono.
Os blends mais eficientes presentes no mercado atual são compostos a base de whey protein e suas diferentes filtrações e processamentos, caseína e outros tipos de proteína como a de soja e a albumina proveniente do ovo. O whey protein é rapidamente absorvido entre 30 e 60 minutos. A soja e a albumina  são proteínas de absorção intermediária, entre 60 e 120 minutos. E a caseína é uma proteína de absorção lenta, requerendo entre três e cinco horas. Existem produtos que tem na sua composição os 3 tipos de whey protein (Whey Concentrado, Isolado e Hidrolisado), outros produtos que além dos 3 tipos de whey, tem também a albumina ( proteína do ovo), a caseína (outro tipo de proteína do leite) e alguns tem, além das proteínas de origem animal citadas acima, proteínas de origem vegetal, que é o caso da soja.
Além de todas essas versões de Whey Protein, hoje já podemos contar com suplementos proteicos similares ao whey, mas de origem vegetal, ou seja, produtos sem origem animal e sem leite. São ótimas opções de complementos alimentares para vegetarianos, veganos e pessoas intolerantes ao leite de vaca e à lactose, e também pode ser uma forma saudável para incluir mais proteína na dieta de todos, desde crianças até idosos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Follow by Email

Be More no Facebook

No Instagram @bemoreblog

Contatos

contato@bemoreblog.com.br
Amanda Accioli
11- 996690432
Jacqueline Abon Ali
11-983431234

BLOG BE MORE

Copyright © 2014 - Todos os Direitos Reservados