A Fada da Nuvem por Sivuca

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Alto... muito alto eu estava... e devagarzinho me aproximando da base da nuvem.
Para quem não sabe e quer saber, a base da nuvem é a altura onde ela começa. Para quem vem se aproximando por baixo como eu, a base é um “teto” que vai ficando mais nítido na medida que ficamos mais perto dele. Se você olhar em volta, repara que todas as nuvens estão alinhadas na mesma altura...
Pronto! Você chegou na base das nuvens! Se você continua subindo, pode entrar dentro de uma! Isso é uma experiência surpreendente, já que o dia lindo de sol onde você estava rapidinho se transforma em um dia de neblina.
Eu também pensava que dentro da nuvem era um mundo de algodão, que dava pra descer do parapente, modelar um sofazinho e sentar nele, mas isso é conto de fadas... e por falar em fadas, existe uma que mora dentro da nuvem, já vou contar pra vocês.
As nuvens mais bonitinhas que estamos acostumados a ver nos dias bonitos de sol, são em sua maioria, cúmulos. Estas nuvens nascem porque o sol esquenta o chão e o chão esquenta o ar... Aí então o ar fica mais leve e termina subindo. Quando uma porção de ar sobe para o céu, ele carrega junto um montão de vapor d’água, só que não dá pra enxergar, porque aqui perto do chão o vapor está no estado gasoso.
Aquele montão de ar que começa a subir é chamado de térmica. É atrás das térmicas que grandes voadores como os urubus, os gaviões, os tuiuiús, os condores, os aviões planadores, as asas delta e eu com meu parapente estamos... Nós estamos lá para nos divertir, mas a maioria dos bichos quer subir nas térmicas para procurar comida, se bem que eu acho difícil acreditar que os bichos não se divertem passeando na térmica, afinal quando encontramos uma, pegamos carona na ascendente e isso é muito divertido.
 
O vapor que pegou carona na térmica, sobe junto com ela e quanto chega lá em cima, na altura da base das nuvens, ele condensa, transformando-se em água no estado líquido... só que em gotinhas tão pequenininhas que não caem e ficam lá penduradas no céu formando nuvens.
Se estiverem em grande quantidade, essas gotinhas podem se acumular grudando umas nas outras e formando gotas maiores.. até que chega uma hora que elas ficam tão pesadas que não conseguem mais ficar penduradas no céu... então chove. Um dia de chuva é um dia em que as nuvens ficaram cansadas de carregar peso.
Mas voltando à Fadinha da Nuvem que eu tinha mencionado no começo, elas podem sim aparecer para quem entra dentro da nuvem e é muito emocionante quando isso acontece. É preciso que você entre na nuvem e quando estiver bem alto, encontre um buraco que deixe entrar o sol. Nessa hora você olha na direção da sua sombra, para dentro da nuvem e vai ver a borda de um vestido rodado, com todas as cores do arco Iris e poderá contar para seus amigos que você viu a Fada da Nuvem.
Uma pessoa muito séria me disse que aquilo não é fada não, que o arco Iris redondo que eu vi não é vestido de fada coisa nenhuma, mas sim uma projeção chamada halo ao redor da sombra refletindo a luz do sol e formando um arco Iris... Em que é que você gostaria mais de acreditar? Essa é uma hora muito legal, pois voando pelo céu, tem espaço para todo mundo, para aqueles que acreditam em fadas e também para aqueles que não acreditam. Só tome cuidado quando entrar dentro da nuvem, pois mais que um por vez aumenta o risco de colisão e eu não gostaria nada de dar uma trombada em alguém que apareça de repente na minha frente, especialmente alguém tentando encontrar a fada da nuvem.
Mas o importante de tudo é que não tem como não ficar emocionado com esse inesquecível encontro.
 
 
 
 
 
Texto de Silvio Carlos Ambrosini, o Sivuca. Piloto e instrutor de parapente desde 1990, quando o esporte só trazia os “loucos” para si. Hoje o esporte evoluiu e está muito mais próximo de qualquer pessoa que esteja disposta a trazer uma fantástica quebra de rotina para sua vida.

Um comentário :

  1. Como sempre um texto muito bonito, eu prefiro ficar com a Fadinha.

    ResponderExcluir

Follow by Email

Be More no Facebook

No Instagram @bemoreblog

Contatos

contato@bemoreblog.com.br
Amanda Accioli
11- 996690432
Jacqueline Abon Ali
11-983431234

BLOG BE MORE

Copyright © 2014 - Todos os Direitos Reservados