Vitamina E retarda progressão do Alzheimer | Parte 1

quarta-feira, 15 de outubro de 2014






Pesquisa americana confirma o benefício antioxidante do nutriente em pacientes nas fases leve e moderada da doença

Um estudo inédito, publicado recentemente no periódico JAMA (Journal of the American Medical Association), da Associação Médica Americana, comprovou a segurança e o benefício antioxidante da vitamina E para pacientes nas fases leve e moderada do Alzheimer. No trabalho, os cientistas demonstraram que o uso de uma dose alta de vitamina E, durante um período de mais de dois anos, retardou o declínio funcional de pessoas com a doença, em cerca de seis meses. Vale ressaltar que o benefício da vitamina E, encontrada nas nozes, por exemplo, para pacientes no estágio avançado do Alzheimer já é amplamente reconhecido pela classe médica.

Denominado Effect of Vitamin E and Memantine on Functional Decline in Alzheimer Disease (Efeito da Vitamina E e Memantina no Declínio Funcional na Doença de Alzheimer, na tradução livre), mostrou que pacientes que receberam a vitamina apresentaram uma taxa anual de declínio reduzida em 19%. Eles perderam com menor rapidez a capacidade de realizar atividades diárias, como vestir roupas e se alimentar, por exemplo, em relação àqueles que tomaram placebo. Os pesquisadores também puderam constatar que os pacientes que receberam a suplementação precisaram de duas horas a menos da ajuda de seus acompanhantes a cada dia. 

O estudo foi conduzido pelo Dr. Maurice Dysken, professor de psiquiatria da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, sendo a maior e mais longa pesquisa do tipo já realizada.

------

Confira essa e outras matérias completas acessando o link:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Follow by Email

Be More no Facebook

No Instagram @bemoreblog

Contatos

contato@bemoreblog.com.br
Amanda Accioli
11- 996690432
Jacqueline Abon Ali
11-983431234

BLOG BE MORE

Copyright © 2014 - Todos os Direitos Reservados