Roselaine Gallício Tri Atleta e Corredora de Montanhas, hoje no "Gente Nossa"

terça-feira, 7 de outubro de 2014

O Gente Nossa de hoje, vai contar a trajetória da tri atleta  e ultra trail run Roselaine Gallício - muito foco, disciplina e inspiração.

A Roselaine é apaixonada por provas de longa distância. É corredora a 32 anos, triatleta desde 2002 e corredora de montanhas desde 2011. No dia a dia, ela concilia os treinos, trabalho e competições.
Aqui ela vai contar um pouquinho da sua trajetória - não tem como não se inspirar!!




Roselaine Gallício por ela mesma:
Até os 17 anos meu mundo esportivo se resumia a dança, jazz e ginástica de academia. Meu início no esporte competitivo foi com a corrida aos 18 anos de idade. Naquela época, poucas mulheres se aventuravam no mundo da corrida.  O "boom" das corridas de rua no Brasil aconteceu na década de 80 e nesta época me envolvi por completo com a corrida participando de algumas provas. No início participava de corridas de 5km, depois fui evoluindo para 10km, 15km, 21km e quando me dei conta já estava correndo maratonas. Minha primeira maratona foi há 20 anos atrás, em Blumenau.  Foi indescritível! Emoções para nunca esquecer.
Associado à corrida, pedalava de mountain bike, praticava musculação e natação em paralelo aos estudos da Faculdade de Educação Física no período da manhã e Administração no período noturno. Foi uma juventude recheada de estudos e esportes.
Entrei no Triathlon por curiosidade após uma conversa com um amigo que sugeriu que eu experimentasse as três modalidades em conjunto (corrida, ciclismo e natação). 
Minha primeira prova de triathlon foi um short triathlon em Ubatuba, na qual me sai muito bem e isso me deixou muito feliz e extremamente motivada a buscar novos desafios. As primeiras provas curtas me contagiaram!!!
No decorrer dos anos vieram os olímpicos e fiquei completamente apaixonada por esse esporte após ter competido na distância de meio Ironman. Esta paixão me levou na ocasião ao meu maior desafio, o Ironman, onde os atletas encaram uma sequência 3,8km de natação, 180km de ciclismo e 42km de corrida. Em 2009 encarei minha primeira prova nesta distância, o Ironman Brasil em Florianópolis e tive a grata surpresa de ter concluído com um sorriso no rosto e o sonho realizado.
Viciei.  Em 2010 já estava pronta para o próximo Iron também em Florianopolis,  na ilha da magia!

Os anos de 2011, 2012 e 2013 foram marcados por novos desafios: As corridas de Montanhas.
Corrida de montanha, é uma modalidade esportiva similar às maratonas ou corridas de rua, porém realizadas em ambiente montanhoso com terreno mais irregular, com mudanças de superfície e constantes aclives e declives. Mentalmente a corrida de montanha permite romper com a monotonia dos percursos urbanos ao propor uma variedade de paisagens exuberantes. O ato de correr se torna mais empolgante e desafiador uma vez que a dificuldade em função do terreno é bem maior que na rua.
Na época que iniciei em montanha, o objetivo era adquirir mais força muscular enfrentando obstáculos da natureza.
Porém fui além e acabei me apaixonando perdidamente pelas montanhas. Correr na montanha é algo inexplicável, é impossível transpor em palavras tal sentimento. Só quem corre sabe, só quem corre sente!

INDOMIT 50K - O maior desafio no momento...

Foram 3 anos dedicados a corridas de montanha. Aprendendo, respeitando a MONTANHA, aumentando a quilometragem a cada prova, sentindo o perrengue gradativamente.
Como meu perfil é de atleta de endurance voltada para provas longas, logo  não me contentei em ficar nas provas curtas, e fui em busca de algo mais desafiador.
Atualmente meu foco são provas de ultra trail. E após uma longa experiência em montanha, me senti preparada para o maior desafio na corrida de montanha e, em Setembro de 2014 lá estava eu, pronTa para a Ultra Trail 50K Indomit.
Foram 8h37m correndo com a alma e o coração, aproveitando e curtindo o visual mágico e encantador.
É realmente uma experiência única!
Eu mal terminei a prova e já estou pensando em fazer outra que certamente será recheada com um pouco mais de experiência.




Para segurar a onda de tantos KMs, meu treinamento se resume em dois períodos por dia e começa muito cedo com uma sessão de corrida ou ciclismo e no final de tarde faço mais uma sessão, de musculação ou natação.
O apoio da família e dos amigos é essencial ao longo dos treinos e provas. Passa-se muito tempo abdicando de coisas prazerosas, pequenos desejos. É extremamente confortante estar fragilizado por horas de exercício e, ao olhar para o lado, ver pessoas queridas sorrindo para você, gritando seu nome nas provas com tanto entusiasmo, que o cérebro interpreta tal gesto como uma energia extra e te leva um pouco mais longe. Assim conseguimos superar as barreiras impostas.


Meus próximos desafios: mais algumas provas curtas de montanhas até o final deste ano. Em 2015 pretendo encarar outra ultra trail e no segundo semestre o meio Ironman focando o meu terceiro Ironman em 2016.

O esporte só recompensa. Levamos para nosso dia a dia a disciplina, organização, determinação, superação, garra e força de vontade!


Roselaine Gallicio atua como Personal Trainer e investe no bem estar e na qualidade de vida dos seus alunos. É corredora e triatleta amadora, começou suas atividades esportivas aos 18 anos e nunca mais parou. Este ano completou 50 anos e enquanto estiver com saúde e disposição pretende continuar firme nos seus desafios: Ironman e Corridas de Montanhas. O esporte para ela é qualidade de vida, um processo de evolução e autoconhecimento pessoal. “Você passa tantas horas conversando consigo mesmo, escutando o corpo, equilibrando razão e emoção que o tempo torna-se efêmero”.

Fale com a Roselaine
Twitter: @RoseGall

2 comentários :

Follow by Email

Be More no Facebook

No Instagram @bemoreblog

Contatos

contato@bemoreblog.com.br
Amanda Accioli
11- 996690432
Jacqueline Abon Ali
11-983431234

BLOG BE MORE

Copyright © 2014 - Todos os Direitos Reservados