Jiu-Jitsu - sempre é tempo de recomeçar (12 anos depois, em 2014) e o 2o grau na faixa branca em outubro do mesmo ano

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Texto escrito por Amanda Accioli
em janeiro de 2014 quando reiniciou o jiu-jitsu.
@amandicaindica    
#amandicabjj



Tudo começou na Rua Aimberê, no bairro das Perrdizes em São Paulo em meados do ano de 2000 quando eu conheci a família do Mestre Mathias Marcelo; logo na primeira semana eu me apaixonei pelo jiu e sabia que queria continuar, sempre (tinha 27 anos e poderia ter descoberto antes); e foi ali, naquela família que fiquei até quase fim de 2002 quando "aceitei" parar meus treinos por "imposição" de uma outra fase e época da minha vida (conheci meu ex-marido que não admitia a luta em minha vida, apesar de sempre estar envolvido em algumas épocas em academias de jiu).

= (Aqui algumas fotos desta época, na academia, nossos encontros fora dela, e agradeço até hoje ao Mestre Mathias por ter-me feito gostar tanto desta arte suave! Aprendi a gostar com ele, e mesmo ele longe do tatame hoje, sou-lhe grata!)

Confesso que sofri pacas e não havia um ano em que eu não me lembrasse como o tatame me fazia bem; era algo que me deixava mais leve e calma (sempre com a cabeça ligada nos 220 volts), era algo que me fazia feliz, e me trouxe um bem estar enorme e um corpo bem bacana na época. Me arrependi muito de ter parado...dava uma dor no coração enorme! Foi uma lição que aprendi: quem está do nosso lado e nos quer bem e nos ama de verdade, quer nos ver feliz, fazendo o que gostamos - se não for assim, não é amor, é posse/paixão qualquer coisa... quem está do seu lado incentiva e admira e eu não tive isso. Mas o erro também foi meu... 

Maaaaaaaaaaas sem "chororôs", agora, aos 39 anos em 2013, divorciada, resolvi retomar o jiu-jitsu e apesar do peso à mais, da idade (parei com 29), de já ser mãe e ter horários complicados com minha empresinha pois sobrevivo dela, eu resolvi SER FELIZ E FAZER AQUILO QUE ME FAZ BEM! Daqui a pouco estou com 49, 59 e eu deixei de lado algo que amava... eu acho que SEMPRE HÁ TEMPO PARA RECOMEÇAR! 

Estou sofrendo, não lembro mais nada, fôlego não ajuda, mas sou persistente, capricorniana, e irei nesta "batidinha" pelo menos 2x por semana de agora em diante e quem sabe lá na frente aumente a frequência? MAS ESTOU FELIZ!!!


O importante eu tenho certeza É RECOMEÇAR! Reencontrei no ano de 2013 alguns amigos da época, hoje faixas-pretas, mestres, que me abriram as portas de onde estão dando aula e agradeço muito: Xper LuizCasadei Salvino, Piu...obrigada! Fase difícil esta de encontrar uma "nova casa". Agradeço o Mestre Andrei Andrezzo na época era professor da Cia Paulista Internacional (Cia Paulista de Jiu-Jitsu) e na época me acolheu por uns meses em seu tatame e foi super paciente comigo. Com o passar do tempo tive um problema de saúde, e meu pai sofreu várias internações e como filha única tive que o acompanhar e o tatame ficava longe para mim (questão de tempo) e tive que sair novamente. Mas agradeço de coração uma pessoa que de muito longe eu admiro e de uma forma que ele nem mesmo acho que sabe, me incentivou muito nesta tentativa de recomeço em 2013, o Sensei Waldomiro Perez Jr - obrigada!

2014 começou bem, fiz novamente e de vez, já por um ano seguido, minha matrícula na academia Team Nogueira Perdizes - SP que ianugurou em janeiro deste mesmo ano. Estou me sentindo em casa e espero que eu possa pelo menos cumprir meus treinos de 2 até 3x semana já que não consigo mais que isso. Mas não sei pq, sinto que agora vai... Mestre Adriano Ribeiro Ornellas está me dando aulas e agradeço a paciência e os ensimamentos, mestre TOP demais, um gde amigo! Simplesmente é o mestre com uma didática que acho impecável!!!

Ah...em 2013 eu "adotei" uma criança no Jiu-Jitsu, o filho da minha "secretária do lar" pois ele tinha uma paixão pelo esporte mas os pais não podia pagar naquele momento, então fiz isso, por ele e por mim! O nome dele é Felipe, e está aqui toda a história: https://www.facebook.com/amandicaindica/media_set?set=a.609232145770732.1073741826.100000518561828&type=3

OSSS!!!


E hoje estou muito contente, pois recebi o 2o grau na faixa branca!

Eu sei que isso é o começo dos começos, mas pra quem retomou esse gde amor que é o jiu-jitsu pra mim, em janeiro deste ano e aos 40 anos, com casa, filha pequena, trabalho, pai doente, sem quase tempo pra treinar, e me recuperando de uma lesão e operação no punho, pra mim já é um grande degrau, uma gde vitória. E mais ainda pq sei que o mestre Adriano Ornellas (@ornellasbtt ) não gradua fácil... só qdo merece mesmo. Obrigada Mestre, obrigada Tony meu companheiro sempre de treino e todos da família#ornellasteam #teamnogueiraperdizes #teamnogueira.



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Follow by Email

Be More no Facebook

No Instagram @bemoreblog

Contatos

contato@bemoreblog.com.br
Amanda Accioli
11- 996690432
Jacqueline Abon Ali
11-983431234

BLOG BE MORE

Copyright © 2014 - Todos os Direitos Reservados